Zé Ramalho

Eternas ondas Lyrics Zé Ramalho

Zé Ramalho - Eternas ondas Songtext

Quanto tempo temos antes de voltarem aquelas ondas
Que vieram como gotas de silêncio tão furioso;
Derrubando homens entre outros animais,
Devastando a sede desses matagais (bis);
Derrubando árvores, pensamentos seguindo
A linha do que foi escrito pelo mesmo lado tão furioso,
E se teu amigo vento não te procurar
É porque multidões ele foi arrastar (bis).
Teile diesen Songtext
  • 01 Força verde
  • 02 Eternas ondas
  • 03 O monte olímpia
  • 04 Visões de Zé Limeira sobre o final do século XX
  • 05 Banquete dos signos
  • 06 Pepitas de fogo
  • 07 Beira-mar - capítulo II
  • 08 Os segredos de Sumé
  • 09 Amálgama
  • 10 Cristais do tempo
Erklären
Okay
Durch weitere Benutzung dieser Webseite stimmst Du unseren Datenschutzbestimmungen zu